sábado, 21 de abril de 2012

Correntes excêntricas

O futuro do Benfica

Para os matemáticos, o que é excêntrico define um círculo que, colocado dentro de outro, não tem o mesmo centro que este último.
Na mecânica, a definição remete para a peça cujo eixo de rotação não ocupa o centro e que é destinada a transformar um movimento de rotação contínuo em movimento de natureza diferente.
Resumindo, falta um centro unívoco. Ou seja um mesmo sentido, uma mesma natureza, um mesmo som que só possa ser interpretado de uma forma, caso contrário estará gerado um equívoco.

O Benfica é O clube de portugal, a história assim o fez. É uma entidade unívoca que sendo permeável ao passar dos tempos e marés, se dispôs a equívocos. Dou só um exemplo, quando se deveria ter apostado no profissionalismo construiu-se uma capela...

Neste momento, há um cenário de marés vivas a assolar o Benfica, a navegação assim não fica fácil.Numa época que está a terminar e antecede uma outra que irá ter um cenário de eleições, a situação classificativa dá azo a uma enorme confluência de marés excêntricas.

Sabemos que a liderança de Luis Filipe Vieira, em termos líquidos, nos deu apenas dois campeonatos, uma Taça de Portugal, uma Supertaça e... quatro Taças da Liga.

Também nos levou a três 4ºs de final (2 da champions e 1 da liga Europa) e a uma meia final da Liga Europa. Isto, em 10 anos de presidência, é muito pouco. isto nos últimos 20 anos é razoável. Temos então um marcador temporal que define um periodo de tempo em que o clube, em termos de futebol profissional, sofreu um tremendo abatimento em termos de conquistas. Esse mesmo periodo define inequivocamente um periodo de uma tremenda crise financeira que quase afogou o clube.

No início do último mandato, LFV preconiza o mesmo como o mandato desportivo! Nessa época, 2009/2010 ganha 2 títulos de rajada. Motivos para tal feito:
Plantel de tremenda qualidade.
Treinador sedento de provar que é um excelente treinador.
Direcção da Liga de clubes relativamente isenta face a um sistema corrupto já com quase 30 anos.
Um oceano de apoiantes, qual maré vermelha...

Saneamento financeiro (relativamente conseguido): O clube tem palavra e liquidéz na banca.
Saneamento desportivo: O Benfica reactiva a sua função, já centenária, de candidato a ganhar títulos.

Neste cenário, será obrigatório prestar um tributo a quem o conseguiu! Como são muitos, saltam à vista que os comanda: O presidente e o treinador.

Mas há assuntos colaterais que urge discutir:

A) O apoio do clube a elementos corruptos para cargos directivos na gestão do futebol.
B) Sistema de comunicação deficiente nos vectores interior-interior e interior-exterior.
C) Capacidade negocial confusa no que respeita ao contrato dos direitos televisivos.
D) Gestão deficitária dos recursos humanos ao nível do plantel de futebol profissinal.
E) Falta de referências do universo Benfiquísta inequivocas, da direcção dos destinos do clube.

A evolução da presente época, leva um Benfiquísta a pedir cabeças, sejam elas do próprio Benfica sejam de outras latitudes.

Eu, e já o escrevi neste blogue e por aí fora, já fiz uma vénia (mais do que merecida) quer a LFV quer a JJ; como também aponto o dedo. Atenção que aponto o dedo a eles e não aponto o dedo à guilhotina. É diferente! No entanto, e é inequívoco, o primeiro apontar pode levar ao segundo. Não é uma certeza mas sim uma possibilidade.

A quem aponto o dedo à guilhotina, é áqueles que assobiam na hora da vitória. Nem sei se esses são Benfiquístas! Se o são devem estar a mando de lobbies.

Neste momento urge fazer o seguinte:

1 Não renegociar o contrato televisivo com um dos braços do polvo.
2 Dotar a direcção de mais sangue do Benfica.
3 Pedir ao treinador uma análise profunda ao trabalho que realizou nas últimas três temporadas.

Isto é suficiente. passo a explicar:

O 1º ponto é evidente, se bem que a situação se assemelhe a pensar que, em tempos de eleições legislativas, o bloco de esquerda vai conseguir ganhar as mesmas.

O 2º é mais vasto. Não reconheço quase a ninguém trabalho feito no clube, não reconheço tradição a ninguém! Excepto a Rui Costa mas que pelos vistos está amordaçado. Aqui deve ser a doer. A voz do benfica tem de ser ouvida, de forma bem suportada e alicerçada. A imprensa está avençada e tem de se ouvir mais Benfica, essa voz tem de personificar uma valente arruada, uma revolta audível e não uns écos que transpiram de tempos a tempos. O éco já é tardio em relação ao tempo em que o som é produzido.
Andamos a dar aos cães o que é santo (o Benfica) e isso é muito mau, deixai-os ladrar e continuemos o nosso caminho.

No 3º ponto já escrevi muito e não me vou repetir, só escrevo isto: de + 5 para -4 e os terríveis meses de Março e Abril. Não vejo cá no burgo melhor do que ele. Lá fora também é perigoso arriscar nomes. Por isso, JJ tem de rever, ouvir e planear.
Não sei se LFV deve assumir o compromisso que assumiu de respeitar o contrato que fez com JJ. Sei é que JJ tem de ter uma consciência atrás dele a gerir-lhe os defeitos de modo a que ele se transforme num treinador de verdade. Sim, tal como eu e todos, ele defeitos na gestão e na comunicação.

Em suma: REMAR PARA O MEMO LADO... DE FORMA INEQUÍVOCA E SEM EXCENTRICIDADES!

Para os Benfiquístas deixo um dito de um tal de Khalil Gibran:

"Quando o amor (BENFICA) vos fizer sinal, segui-o: ainda que os seus caminhos sejam duros e escarpados, E quando as suas asas vos envolverem, entregai-vos: ainda que a espada escondida na sua plumagem vos possa ferir".

Basta de "excentrismos", todos a uma só vóz pelo Benfica:

"Todos por um!" eis a divisa, Do velho Clube Campeão,
Que um nobre esforço imortaliza, Em gloriosa tradição
Olhando altivo o seu passado, Pode ter fé no seu futuro.
Pois conservou imaculado - Um ideal sincero e puro"


Logo, é mais um jogo para ganhar. O braga empatou. É necessário ganhar nem que seja para fazer de conta que o campeonato ainda está em aberto. Ganhar para colocar pressão sobre o bitó e os seus jagunços. Ganhar limpo e que o marítimo saia desfalcado só dos 3 pontos em jogo.

Et Pluribus Onum

Sem comentários:

Publicar um comentário

Ok digam o que bem entenderem.
Depois eu vejo