domingo, 25 de setembro de 2016

2016-2017 06ªJ: D Chaves SL Benfica 2

Ontem, devido a compromissos sociais, só consegui ver os últimos vinte e cinco minutos da partida que opôs o Benfica ao Chaves... Pelo que esta análise vai ser feita de forma um pouco mais resumida o que será injusto mas neste momento é o que se pode fazer. Outro factor importante: falei já a altas horas da noite com alguns leitores/amigos que me resumiram de forma sucinta mas esclarecedora o que se passou no tempo restante... Que pelo que tenho lido na Gloriosa Blogosfera é ponto de concordância!
Parece que foi um jogo menos conseguido por parte do Benfica. E podem-se apontar alguns factores: Viagem extremamente longa o que origina fadiga física e mental; Adversário a fazer um dos poucos jogos a sério da época; Liga dos campeões já na próxima quarta-feira.

Estes três factores podem sem dúvida ter contribuído para uma exibição mais cinzenta por parte, pelo que pude ver, o esquema utilizado por RV também. Nesta altura, temos um excelente aumento de qualidade exibicional por parte de Pizzi e o oposto por parte de Sálvio - A equipa aparece mais incisiva sem o argentino em campo... Uma pena, porque Sálvio antes de tanta lesão era um fora de série.

De resto, e isto são factos, O Benfica continua a conseguir "tomar conta do jogo" nos começos de cada uma das partes. Parece-me que as rotinas estão em maturação e é um processo que demora... Bem, o tempo que tem de demorar.
Fora de jogo bem assinalado mas o que me ficou na retina foi ver os dois laterais tão longe de onde deveriam estar...

Assim que o Benfica consegue "pegar" no jogo as dificuldades para os outros crescem e ontem foram mais uma vez Mitroglou e Pizzi a sentenciar a partida.
Vendo as estatísticas,
parece-me que o resultado global não tem forma de ser discutido... Quanto à análise individual aos jogadores poderá ser injusta mas é o que temos:

Ederson 7: Prémio justo para um jogo sem sofrer golos. Nélson 6; Lindelof e Lisandro 6; Grimaldo 7, pois continua a fazer assistências... Fejsa 6; André Horta 5, Sálvio 4 e Pizzi 7, mais um golo e uma exibição a marcar um padrão de ascensão; Mitroglou 8, pois marcou o golo que tirou a rolha tendo antes marcado outros dois (um bem e o outro mal anulado); Gonçalo 6. Celis Cervi e Carrillo levam todos um 4 por terem participado na conquista de mais três importantes ponto nesta difícil caminhada do Benfica.

Melhor em Campo? Mitroglou?
Quanto ao árbitro, não tem culpa no golo mal anulado (lance difícil de analisar) de resto não avanço mais a escrever sobre ele porque não vi o jogo todo!
Ficam os dois golos desta vitória:
Vamos a Nápoles na quarta-feira... Jogo complicado!

E Pluribus UNUM

Sem comentários:

Publicar um comentário

Ok digam o que bem entenderem.
Depois eu vejo