segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

14ª J: S.L. Benfica 1 Gil Vicente 0

Irra, que nunca mais acabava!

Hão-de concordar que o contexto era propício para um jogo daqueles acontecer. Por motivos relativamente diferentes, já o mesmo tinha acontecido a época passada: Um jogo assustador onde estivemos bem perto de não ganhar os três pontos; E, se tal acontecesse, nem tínhamos ponta por pegar para atribuir a culpa a não ser ao dia em si.
Só três da equipa do triplet?
Com tanta lesão, que se seguiu à chegada de muitos novos jogadores e a uma derrota no mínimo perturbadora, o Benfica apresentou-se com um grupo de jogadores que ainda necessita de muito trabalho de modo a que não pareçam estranhos que se acabaram de encontrar no onze inicial. Sem uma voz de comando forte (desculpa Maxi mas jogaste num flanco), o Benfica foi muito lento a começar a jogar. Frente a um autocarro muito móvel e fresco, tal como no jogo da taça, os primeiros dez minutos não existiram. Os dez minutos que se seguiram, foram de aquecimento para a obtenção do golo e depois foram quinze minutos inconstantes até ao intervalo.

Na segunda parte, fruto de uma exibição muita desgarrada sem centro, a partida desenrolou-se mais no meio campo gilista. Se o guarda redes do gil fez três boas defesas (contra uma de Júlio César, por sinal fantástica e que impediu o empate aos setenta e três minutos),
o que também terá ficado na retina foi aquele corte precioso de César (aos cinquenta e seis minutos) que terá impedido o destino de castigar aquele grupo de jogadores.

JJ entendeu fazer as alterações que fez mas nenhuma resultou. É ele que trabalha com os jogadores todos os dias mas quaisquer que fossem as suas intenções para mudar o rumo da partida, elas simplesmente não aconteceram. Estava a ver o jogo e logo a seguir ao tal lance que César salvou, comecei a cantar um tom saudosista: Trapattoni. O italiano era matreiro, lá por colocar mais um médio, isso não significava que a equipa ira defender.

Cristante entrou muito tarde e Tiago e Derley não acrescentaram nada porque o centro da equipa simplesmente não existia. Nada a fazer. A época passada, frente ao arouca nesta mesma altura do mês, também tivemos um mau jogo e empatamos (com outros casos).

Fico feliz que tenhamos tocado no fundo. A partir de ontem será sempre a subir se mais ninguém se aleijar (Luisão, Sálvio, Eliseu, Fejsa, Amorim), que os que ainda estão a recuperar (Sílvio e Sulejmani) o façam BEM e depressa, que não haja mais castigados (Samaris não joga frente ao penafiel)...

Falta falar da actuação do trio de arbitragem. Ganhámos a partida com um golo regular saído de um lance irregular.
Erro do fiscal que não viu a desmarcação irregular de Maxi. Gaitan estava em jogo quando fez a recarga.

Derley poderia ter feito o dois-zero mas falhou. Se o tivesse feito, o golo teria sido anulado por fora-de-jogo inexistente... Já capela me pareceu muito lady gaga, começou por dar folga a muitas entradas de modo a beneficiar a desenvoltura da partida mas na segunda parte foi mais interveniente e lá engasgou o jogo. A expulsão do diogo viana era inevitável, visto que deu a sensação que o gilista ía partindo o pé a Maxi.

Um erro do fiscal que nos valeu três pontos! Não gosto disso, é uma chatice pensar que devemos a conquista dos três pontos a um erro pontual de um fiscal. Por outro lado, admito que seria pior se o trio de arbitragem estivesse os noventa minutos a puxar pelo Benfica, como já aconteceu com outras equipas quando foram jogar ao porto ou... ao Benfica quando foi a braga, mas disso já se esqueceram muitos! Ontem um erro é o que ficará na estatística que irá ser relembrada.

Salvaram-se os três pontos... E acabo por ficar satisfeito face aos tempos que se vivem!
Para a taça da liga quero um equipa a jogar como jogou frente ao leverkusen (acho que é o próximo jogo certo?).

PS: Restos de colecção (agradeço ao vito g por ter fornecido o vídeo). Para os que pensam que o Benfica terá sido beneficiado por... Porque ficaram frustrados com o resultado, digam-me se concordam (ou não) que ficaram uns cartões da cor das camisolas do Benfica por mostrar neste jogo.
Já frente ao setúbal, o porto aparentemente passeou classe e tal e tal. Prestei atenção às palavras do treinador do setúbal:
Achei engraçado. Ainda bem que o porto ganhou ou o rui barros ainda dava um apertão ao domingos...

PS2: Acho engraçado o paleio do record. Quando foi o Benfica a ser hipoteticamente beneficiado na choupana... Não houve dúvidas! Agora que foi o sporting, já há outras desculpas:
É o estádio que torna impossível... Para uns mas para os outros...
Menos que gostar de ganhar com um erro é a falsa moralidade com que me deparo. Grande MM!

E Pluribus UNUM

4 comentários:

  1. Terça-feira, dia 30, 21h30, sporcotv.
    Não me parece que jj vá com 2as linhas para receber o nacional...

    Jogo de ontem? ás vezes calha assim, siga para bingo.

    Offtopic: para quando uma sondagem daquelas que por aqui já passou?

    Saudações gloriosas e Feliz Natal para toda a familia benfiquista.
    vio g.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sondagens? Lá para Janeiro?

      Saudações Gloriosas!

      Eliminar
  2. Infelizmente é assim. Por mim passava bem sem estes erros de arbitragem... mesmo assim teríamos mais pontos do que temos e a vantagem seria maior. Branquear isso com base neste lance é o que será feito. Cabe ao SLBenfica defender-se.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em termos de defesa institucional... Só se correr mal dentro de campo e já for tarde!

      Penso que a estratégia vai ser essa, mas... Não é assim tão mal desde que a resposta quando surgir seja assertiva e dolorosa.

      Todos os "grandes" foram beneficiados mas a imprensa dá sempre mais ênfase ao Benfica. Parte da tal resposta deveria ser dirigida à imprensa. Como não contamos com a imparcialidade deles... Também não necessitamos deles para nada, então era enviá-los para o "tarrafal" e desejar-lhes um péssimo ano de 2015...

      Eliminar

Ok digam o que bem entenderem.
Depois eu vejo