quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Chuta a Bola Pá

É uma arte, dizem uns. Teve sorte, dizem os incrédulos. O golo, o tal acontecimento já comparado a um orgasmo, é de facto algo de místico no futebol.

No Benfica, ele já acontece desde tempos imemoriais. Eram os campos pelados com jogadores a calçarem umas coisas parecidas com enxadas ou tijolos, e a abastecerem o público em pé com as emoções do ver as redes balançarem. Depois a coisa lá foi evoluindo excepto as balizas, o lugar predilecto para um jogador ver a bola, que ainda se mantêm muito iguais ao que foram no início.

Muitos artilheiros teve o Benfica ao longo dos cento e tal anos de idade... E cada chuto vitorioso deles teve a sua identidade, o seu charme...
Antes do começo da grande saga europeia, as bolas lá foram começando a entrar. Durante os anos da década da saga europeia continuaram a entrar sem pedir licença...
Águas, Eusébio, Torres e coluna, entre outros, não se faziam rogados e era a descascar defesas e a polir as redes.

Seguiram-se os anos setenta, e uns tiveram de dizer adeus à arte que os imortalizou. Foram rendidos por malta nova que os tinha visto a voar que nem cometas. E estes novos também queriam lá chegar.
O Benfica chegou aos anos oitenta. Uma nova página abriu-se e estrangeiros começariam a brilhar de igual modo. O Benfica já começava a ficar cercado... Tempos negros estavam a chegar...
Quase papel químico capitão!

Angolanos, Brasileiros, Dinamarqueses, Suecos juntaram-se aos portugueses e continuaram a fazer balançar as redes e a hastear a mística lá bem alto. Mas o Benfica era muito e com os anos noventa chegaram pessoas apaixonadas pela cara do clube e não pela sua alma. Golos? Ainda muitos e fantásticos mas...
Diz-se que fernando couto ainda anda desesperado à procura das vértebras da coluna que perdeu quando Isaías lhe aplicou este tratamento...
Para Jorge de Brito...
Ó sousa, vai buscar esta a sintra pá!
Isaías não estava a gostar do protagonismo do colega número oito e vai daí... Madeira!
E chegou o novo século onde o desbarato desbaratou golos, história, sentimentos e quase que enegreceu o futuro. Mas os golos continuaram nessa primeira década...
Sim foi falta! De jeito!
Mi dispiace, mas não doeu assim tanto
Estas são as fontes de inspiração para aquela música famosa... E vitinho piu, e pintinho piu e o Nuno miau e o laurent miau...
 
Afinal ainda há sunshine when it rains. Grande Javier!
Upa upa que vem aí um golito
Yes... Para já, sou gajo para ficar. 
E agora, prontos para mais uns meses a criticar, roer unhas e...?

Pour MM

20 comentários:

  1. Respostas
    1. Muito agradecido António.

      O Benfiquismos anda com lapsos. Há que os colmatar!

      Saudações Benfiquistas

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Quase tão fantástico como o Benfica

      Saudações Benfiquistas Malcolm

      Eliminar
  3. Mais uma postadela magnifica companheiro

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grande abraço Carlos.

      Saudações Benfquistas para um grande blogger.

      Eliminar
  4. Grande Post, Glorioso Benfiquista.
    Vamos partilhar!
    Saudações Gloriosas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito agradecido MAGALHÃES-SAD-SLB

      SAUDAÇÕES GLORIOSAS

      Eliminar
  5. O do Stromberg é cá uma coisa!

    Excelente post para preparar o jogo contra o clube da cidade da camorra...

    Carlos vicente - Aveiro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Sueco era um excelente jogador

      Saudações gloriosas para aveiro

      Eliminar
  6. Fantástico! Abraço

    34286

    ResponderEliminar
  7. o isaias não pedia licença para chutar...grandes senhores passaram no benfica.
    saudações gloriosas!
    vito g.

    ResponderEliminar
  8. Aquela jogada do Diamante sobre o caceteiro do Virgilio na final da Taça de 86-87 é de um autentico fora de série,bem como a finta do rabo de cavalo que o Profeta faz ao palerma do Couto.Estas imagens valem ouro,é o Glorioso representado ao mais alto nivel por jogadores que deixaram a sua marca para sempre no nosso Clube

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora nem mais Alexandre. É dos maiores lances que já vi em toda a minha vida... Realmente o virgilio vai-lhe ás pernas que nem uma serra mas não teve hipóteses...

      O do Isaías foi a gozar, o couto ainda deve andar a pensar naquilo de vez em quando!

      Eliminar
  9. Até o poderio questionável do Barcelona está em maus lençóis ultimamente... Será que é o fim de uma década de roubalheira?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não!
      Pode ser que esteja a começar, mas eu tenho as minhas sérias dúvidas.

      Eliminar

Ok digam o que bem entenderem.
Depois eu vejo