sábado, 30 de junho de 2012

Pedro "só-com-uma-churada" pro(Av)ença

Que Vitor Pereira poderia ter deixado um legado com algum substrato, eu não tenho dúvidas. Durante alguns anos granjeou da fama de ser um excelente árbitro. Mas como já referi aqui, quando se vão sabendo algumas verdades, revelam-se as obscuridades das personagens. Eis que VP manda mais umas verdades para a praça pública, é só desconstruir o que ele afirma para que se chegue à verdade:
Mais uma confissão
Pedro fez uma época internacional de excelente nível!

Temos o sujeito = Pedro.
O verbo = Fez (pretérito perfeito).
O sujeito = época.

Depois VP arranja 2 adjectivos para classificar o sujeito do seu raciocínio: Internacional e excelente (adjectivo que é acompanhado pelo substantivo nível).

Ora bem, tendo por base declarações anteriores de VP onde ele afirma que a geração de árbitros que comanda "não é a geração dos quinhentinhos"
Tendo por base declarações de outro ex (jorge coroado) onde ele afirma que "Eles (árbitros) sabem como a competição se faz, sabem quem manda na competição e sabem os objetivos que têm para o futuro"; só se pode fazer a seguinte análise aos referidos 2 adjectivos:

Excelente: observei as actuações de pro(av)ença na final da champions e no Euro 2012. Realmente foram imparciais onde demonstrou estar em óptima forma física e onde teve actuações técnicas excelentes. Assim, nada pode ser rebatido quanto a este adjectivo, foi evidente a qualidade (excelência) do seu trabalho.

Internacional: este adjectivo só pode ser analisado por oposição a nacional. VP tem consciência disso. Mas se utiliza "internacional" e não opta pela omissão de qualquer adjectivo na sua afirmação: "O Pedro fez uma época de excelente nível", que ficava mais simpática para o sistema; Porque é que a censura da consciência não funcionou? será que é porque mesmo estando preso no sistema tem ainda assim consciência?

Vejamos um pouco das actuações de pedro pro(av)ença a nível nacional:
Bem, fazendo a soma, vitor pereira sabe bem que as actuações do seu amigo pedro só foram mesmo excelentes fora de Portugal. É que pedro sabe como se joga este jogo, sabe quem manda neste jogo e sabe o que quer... pedro sempre soube o que tinha de fazer para chegar onde chegou: mentir e aldrabar!

Esta é mais uma prova que pro(av)ença é uma árbitro corrompido, os erros sistemáticos e contínuos (que já vêm a acontecer há mais de 7 anos contra o Benfica) e as ajudas sistemáticas aos corruptos são deliberadas e conscientes. Os erros não são fruto de incompetência são actos plenamente e conscientemente deliberados e praticados! Os abraços (na fotografia) mais não são do que a consciência cabal de que o trabalho foi levado a cabo com sucesso. Uma vergonha!

Eis que apita a final da champions e a final do euro 2012! Eis que há algo que não bate certo em Portugal! Eis que nós Benfiquístas não nos podemos calar e resignar face a isto!

O melhor árbitro do Mundo? OCQOF que é o melhor árbitro do mundo, Portugal não conta é? Somos o que? Uma cambada de jumentos a fazer uma siesta 24 horas por dia? E este sportinguísta -anti-benfiquísta a rir-se...

Para o ano vai ser mais do mesmo, com todos os árbitros a fazerem o mesmo para terem um docinho destes no final da época.

Claro que ficaria satisfeito por ver um árbitro Português tido em tão boa conta pela uefa, mas às custas de trabalhos extremamente prejudiciais para uns de modo a beneficiar outros? Mas há justiça no alcançar de um patamar internacional ilustre através da adulteração da verdade desportiva nacional?

Somos mesmo um país pequeno enleado nas malhas do abuso por parte de que controla o cordel...

Será que não vão existir observadores na liga só para poupar uns cobres?
Será que vão ser encomendados uns árbitros estrangeiros tipo intercâmbio "erasmus"?
Será que vamos ter tecnologia nas balizas?

Devem estar a gozar comigo! Onde vai ser aplicado o dinheirito que a fpf ganhou no euro?

P.S.: este artigo escrito em inglês, é um excelente resumo e curriculum vitae do nosso futebol, leiam.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Ok digam o que bem entenderem.
Depois eu vejo