quinta-feira, 6 de abril de 2017

TdP 2016/2017 MF-2ªM: SL Benfica 3 Estoril 3

Como encontrar um ponto de equilíbrio entre uma exibição confusa e descompensada e o facto de o clube ter alcançado parcialmente um dos objectivos da época?
Eu até compreendo a intenção de RV:

1 Não cansar os titulares
2 Era o Estoril q estava a perder e o Benfica podia aproveitar um hipotético balanceamento ofensivo do adversário, daí colocar aquela frente de ataque na partida de ontem.

Bem, contei 6 grandes oportunidades de golo absurdamente desperdiçadas. Tivesse entrado uma ou duas...E a malta encontraria o tal ponto de equilíbrio de forma fácil.

Mas a introdução de 4 extremos à frente do meio campo, mostrou-se falhada assim que Jonas entrou. São miúdos bons a atacar (com grande futuro) mas com baixos índices de concretização e macios a defender. As harmonias para pressionar o adversário não existiram... Daí a displicente forma como a equipa, no seu conjunto global, defendeu permitindo ao Estoril pensar que o caminho para a final estava ao seu alcance e esteve...
O Benfica... Parece... Vai à sua 40ª final da TdP...
A metade direita da defesa esteve mal oferecendo dois golos e meio ao Estoril. Salvou-se Grimaldo que transforma de imediato aquele flanco.

A primeira alteração foi um rotundo zero, a terceira muito tardia e a segunda certeira. Acertar uma em três... Mas culpar RV, não me parece 100% justo. Ele estava a ganhar e ir a Moreira de Cónegos estaria já no seu horizonte. No entanto, gostava que ele - talvez via email - me explicasse o que se passa com André Horta. Já agora, caro RV, com o objectivo de chegar ao 36º título/à 29ª Taça de Portugal intactos; com a eliminatória da Champions ao alcance; e com tantos avançados lesionados/em recuperação... Concordou com a saída de Gonçalo Guedes em Janeiro de ânimo leve?

Antes da partida, lancei o repto...
JC 5: Algo instável: Poderia ter feito mais no segundo golo do Estoril mas safou a equipa por duas vezes seguidas.
Almeida 3: Mal, irreconhecível. Ofereceu o segundo golo ao estoril após tamanha displicência não compatível com quem é tricampeão nacional.
Lindelof 5: Fez o que pôde. mas não pode defender só com um olhar para o adversário. O priemiro golo do Estoril é fantástico mas o sueco deveria ter ido para cima do adversário
Lisandro 3: Outro que passou ao lado de dizer presente... Sempre disse que Lisandro me parecia ter qualidade para vingar no Benfica mas é claro que as coisas não estão boas para o marcador do golo do empate no Porto.
Grimaldo 7: Tanto tempo sem jogar e aparece com vontade... Safou o clube de ainda estar a chorar... Poderia ter feito o gosto ao pé...
Samaris 5: A confusão naquele miolo não o ajudou. O grego não beneficia da falta de harmonias no miolo uma vez que ainda não tem o faro de Fejsa
Filipe 5: Nota deve-se ao benefício da dúvida. Ele parece que mas depois aleija-se e...
Cervi 5: Fez o que pôde naquela amálgama de médios versus avançados. Tem de ser mais duro a pressionar e deve perder o medo de meter o pé
Carrillo 5: Parece dormente mas depois acorda e...
Teria feito um excelente segundo golo se a bola... Tem de dar a parecer que está sempre em jogo.
Zivkovic 6: Grande golo que lhe aumenta a nota.
Tentou atacar e ajudar mas a coisa estava meio confusa naquela zona.
Rafa 4: Sim, a nota é consequência de tanto falhanço mas há vida para além disso. O avançado Português parece estar a chegar a um ponto de boa forma, tantos foram os piques... Falta-lhe aprender/melhorar a finalizar e ontem poderia ter sido um fartote.

Pizzi 1: Entrou mas não deveria pois...
Jonas 4: Entrou para marcar.
Salvio 2: Entrou tarde.

Em relação ao árbitro, parece que não se deu por ele o que é parcialmente verdade porque ambas as equipas estiveram mais interessadas em jogar futebol. No entanto, ficaram alguns amarelos por mostrar... E um gajo, sabendo o quanto portista este árbitro é, desconfia...

Algumas fotografias:
Moreira de Cónegos... Para ganhar...
E Pluribus UNUM!

Sem comentários:

Publicar um comentário

Ok digam o que bem entenderem.
Depois eu vejo